Lagerfeld quer uma mulher iluminada no verão

A temporada Primavera-Verão 2005 de Paris, a meca da moda que, durante oito dias em uma centena de desfiles, reúne as marcas que são o símbolo da elegância no mundo. Hoje foi o dia de Karl Lagerfeld, Emanuel Ungaro, Viktor e Rolf e Dries Van Noten.O estilista alemão Lagerfeld alternou a seriedade com uma explosão de cores e Ungaro inspirou-se na Grécia. Para Lagerfeld, a mulher do verão será leve, iluminada e colorida. Sensual e feminina, ela vestirá chiffon e seda, num estilo místico, porém forte. "Na cartela de cores, menos preto, muito menos preto", disse Lagerfeld nos bastidores do desfile, acrescentando que esta é a evolução da criação, com um acréscimo de cores". Seguindo o padrão da leveza, a seda transparente em vestidos sexy invadiram a passarela. As cores apareceram especialmente nas sandálias, com delicados trançados. Ao mesmo tempo em que usou chapéus masculinos e lenços, dando um contraponto à feminilidade.O estilista da grife Chanel, do famoso perfume Chanel n.º 5. Aquele que Marylin Monroe disse usar duas gotas para dormir, no lugar da camisola, e que terá a atriz Nicole Kidman como a próxima garota propaganda.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2004 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.