Ladrões roubam telas de Rembrandt e Rubens na Sérvia

Dois ladrões entraram em um museu no norte da Sérvia no domingo, amarraram os guardas e levaram quatro telas a óleo, entre elas, obras de Rembrandt e Rubens, disse a polícia.O roubo no Museu da Cidade de Novi Sad, a uns 48quilômetros ao norte da capital Sérvia de Belgrado, ocorreu no início da manhã, segundo informou aos jornalistas o porta-voz da polícia, Stevan Krstic."As obras roubadas incluem o Retrato do Pai de Rembrandte Sêneca de Rubens, assim como uma miniatura de PierFrancesco Mola, um pintor italiano da época barroca e um quadro de um autor anônimo holandês do século 16. O diretor do Museu, Drago Njegovan, assegurou que o valor das pinturas roubadas é de vários milhões de euros. O retrato que Rembrandt fez de seu pai, avaliado em US$ 4,4 milhões já tinha sido roubado antes, em 1983, e foi encontrado dois anos mais tarde, na Espanha.Krstic disse que as obras eram de muito valor, mas não deu mais detalhes nem divulgou a cifra exata correspondente às obras. Os guardas que faziam a vigilância no horário do roubo não ficaram feridos, disseKrstic, que acrescentou que a polícia está procurando os ladrões.O diretor do Museu, Drago Njegovan, assegurou que o valor das pinturas roubadas - três datadas do século XVII e uma do XVI - é de vários milhões de euros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.