"Laços de Família": o cotidiano no horário nobre global

Histórias simples e dramas do cotidiano são os grandes protagonistas da nova novela das oito, Laços de Família, que estréia nesta segunda-feira, dia 5, na Globo. Escrita por Manoel Carlos, a novela traz muitos dos elementos presentes em várias tramas criadas por ele, começando pelo nome da personagem principal, Helena, e o cenário totalmente ambientado nas belas paisagens do Rio de Janeiro. A trama urbana e realista assinada por Maneco é elogiada pelo diretor geral Ricardo Waddington, que será acompanhado pelos diretores Rogério Gomes, Moacyr Góes e Cesar Rodrigues. "As novelas dele alcançam um grau de simplicidade tão grande que se tornam difíceis de fazer", explica o diretor. Tudo tem início a partir de uma batida entre os carros de Helena, proprietária de uma clínica de beleza, e do jovem médico Edu (Reynaldo Gianecchini). O acidente aproxima os dois e a diferença de idade não impede o ardente romance que surge em seguida, com exceção das intervenções de Alma (Marieta Severo), que não aceita o relacionamento do sobrinho com uma mulher mais velha. Uma viagem que o casal faz para o Japão para visitar Camila (Carolina Dieckman), filha de Helena, muda todo o curso da história de amor entre ela e Edu. A jovem estudante e rapaz acabam se apaixonando e Helena é trocada pela filha. Miguel (Tony Ramos), proprietário de uma livraria, que até então se sentia cada vez mais atraído por Helena, enxerga no fim do namoro a possibilidade de se aproximar de sua amada.De volta ao Brasil, Camila e Edu se casam. O grande drama começa a partir desse ponto, quando Helena descobre que sua filha única é portadora de leucemia. Sabendo que a única maneira de salvá-la é um transplante de medula, ela decide engravidar novamente. Inspirado em um caso verdadeiro ocorrido em 1990, quando a mãe opta por ter mais um filho para poder salvar o primeiro, Maneco decidiu levar esse drama também para a ficção. "Nenhum personagem das minhas novelas sai voando pela janela, escrevo sobre coisas do cotidiano", justifica o autor. Diante desse dilema, a protagonista vai atrás do pai de Camila, Pedro (José Mayer), que até então desconhece a paternidade. Pedro - primo de Helena e com quem ela teve um intenso caso de amor na juventude - hoje está casado com Silvia (Eliete Cigarini), mas também desperta o interesse da dissimulada Íris (Déborah Secco), que é irmã de Helena por parte de pai.Helena Sob Encomenda - Vera Fischer foi avisada de que seria a próxima "Helena" de Manoel Carlos na época em que Maneco finalizava sua última novela, Por Amor (1998). "Há tempos penso em escrever uma "Helena" para a Vera", disse o autor, na época. "Percebo que o Manoel Carlos, um autor que escreve maravilhosamente para as mulheres, pôs na Helena coisas que enxerga em mim", acrescenta a atriz, já colhendo os louros pelo papel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.