Divulgação
Divulgação

Kristen Stewart assume papel mais denso em novo filme

Em 'Corações Perdidos' atriz deixa de lado a fama de mocinha indefesa de 'Crepúsculo'

IGOR GIANNASI, Agência Estado

08 de julho de 2011 | 10h59

Com a imagem atrelada à personagem Bella Swan, do megassucesso entre os adolescentes do mundo todo "Saga Crepúsculo" - cuja parte final, "Amanhecer", foi dividida em duas partes, uma que deve ser lançada em novembro e outra, apenas em 2012 -, Kristen Stewart tem demonstrado interesse em ampliar seu repertório para papéis, digamos, mais densos.

A prova disso estão na escolha da atriz pelas personagens de "The Runaways - Garotas do Rock" (a guitarrista da primeira banda de rock composta somente por mulheres, Joan Jett), de "On the Road", produção inspirada no livro do autor beatnik Jack Kerouac e dirigida pelo brasileiro Walter Salles, que deve ser lançada no final do ano e na qual ela interpreta Marylou Moriarty, e do drama "Corações Perdidos" ("Welcome to the Rileys"), em que faz a jovem stripper Mallory. Este último, estreia hoje nas cidade de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Ainda que interprete uma adolescente, o papel de Kristen em "Corações Perdidos" é bem diferente da romântica Bella.

 

 

Órfã de mãe e com 16 anos, Mallory, fugiu de casa e trabalha como stripper em uma boate de Nova Orleans, faz programas com os clientes do clube noturno e vive sozinha numa casa praticamente abandonada, com a luz elétrica cortada pelo senhorio. Como pede a personagem, em cena, a atriz fuma, usa roupas de tamanho mínimo e solta palavrões sem parar.

A jovem chama a atenção de Doug Riley, que está de passagem por Nova Orleans para uma convenção, só que de uma maneira paternal. Doug, interpretado pelo ator James Gandolfini, o gângster Tony Soprano do seriado "Família Soprano", conhece Mallory na boate, mas recusa-se a usufruir de se seus "serviços". Abalado pela morte da filha também adolescente, Doug decide ajudar a moça e de algum modo conseguir superar o sofrimento que vive.

A tragédia familiar também afastou Doug da mulher Lois (Melissa Leo). Desde o acidente de carro que matou a filha, Louis fica reclusa em casa, não conseguindo sair dela nem para pegar a correspondência na caixa de correios. A notícia - mal explicada - de que o marido decidiu ficar morando em Nova Orleans a desperta do luto e a faz partir atrás dele. O (re)encontro dos três personagens vai trazer uma nova perspectiva para suas vidas.

"Corações Perdidos" foi dirigido por Jake Scott, que também fez "Plunkett & Macleane - Os Saqueadores" (1999) e foi responsável pela direção de videoclipes de bandas como R.E.M., Radiohead e Smashing Pumpkins. Jake é filho de Ridley Scott e sobrinho de Tony Scott, que são os produtores-executivos do longa-metragem. O filme foi indicado ao Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.