Divulgação
Divulgação

Kristen Stewart assume papel mais denso em novo filme

Em 'Corações Perdidos' atriz deixa de lado a fama de mocinha indefesa de 'Crepúsculo'

IGOR GIANNASI, Agência Estado

08 de julho de 2011 | 10h59

Com a imagem atrelada à personagem Bella Swan, do megassucesso entre os adolescentes do mundo todo "Saga Crepúsculo" - cuja parte final, "Amanhecer", foi dividida em duas partes, uma que deve ser lançada em novembro e outra, apenas em 2012 -, Kristen Stewart tem demonstrado interesse em ampliar seu repertório para papéis, digamos, mais densos.

A prova disso estão na escolha da atriz pelas personagens de "The Runaways - Garotas do Rock" (a guitarrista da primeira banda de rock composta somente por mulheres, Joan Jett), de "On the Road", produção inspirada no livro do autor beatnik Jack Kerouac e dirigida pelo brasileiro Walter Salles, que deve ser lançada no final do ano e na qual ela interpreta Marylou Moriarty, e do drama "Corações Perdidos" ("Welcome to the Rileys"), em que faz a jovem stripper Mallory. Este último, estreia hoje nas cidade de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Ainda que interprete uma adolescente, o papel de Kristen em "Corações Perdidos" é bem diferente da romântica Bella.

 

 

Órfã de mãe e com 16 anos, Mallory, fugiu de casa e trabalha como stripper em uma boate de Nova Orleans, faz programas com os clientes do clube noturno e vive sozinha numa casa praticamente abandonada, com a luz elétrica cortada pelo senhorio. Como pede a personagem, em cena, a atriz fuma, usa roupas de tamanho mínimo e solta palavrões sem parar.

A jovem chama a atenção de Doug Riley, que está de passagem por Nova Orleans para uma convenção, só que de uma maneira paternal. Doug, interpretado pelo ator James Gandolfini, o gângster Tony Soprano do seriado "Família Soprano", conhece Mallory na boate, mas recusa-se a usufruir de se seus "serviços". Abalado pela morte da filha também adolescente, Doug decide ajudar a moça e de algum modo conseguir superar o sofrimento que vive.

A tragédia familiar também afastou Doug da mulher Lois (Melissa Leo). Desde o acidente de carro que matou a filha, Louis fica reclusa em casa, não conseguindo sair dela nem para pegar a correspondência na caixa de correios. A notícia - mal explicada - de que o marido decidiu ficar morando em Nova Orleans a desperta do luto e a faz partir atrás dele. O (re)encontro dos três personagens vai trazer uma nova perspectiva para suas vidas.

"Corações Perdidos" foi dirigido por Jake Scott, que também fez "Plunkett & Macleane - Os Saqueadores" (1999) e foi responsável pela direção de videoclipes de bandas como R.E.M., Radiohead e Smashing Pumpkins. Jake é filho de Ridley Scott e sobrinho de Tony Scott, que são os produtores-executivos do longa-metragem. O filme foi indicado ao Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.