Krajcberg doa 25 obras a Paris

Uma doação estimada em US$ 720 mil em obras de arte está agitando Paris. As 25 peças entre esculturas, quadros e fotografias, pertencem ao acervo do artista brasileiro, de origem polonesa, Frans Krajcberg. A oferta foi aceita em dezembro pelo Conselho de Paris e será oficializada agora. O prefeito da cidade, Bertrand Delanoë, vai receber a doação no ateliê onde o artista desenvolveu muitos de seus tabalhos há 50 anos. O local, situado na Avenida Maine, agora será transformado em uma sala, batizada com o nome do artista, no Museu Le Chemin de Montparnasse.Há dois anos, Krajcberg havia apresentado suas obras na mostra Les Champs de la Sculture (Os Campos da Escultura), na Avenida Champs Elysées. A prefeitura de Paris também demonstrou interessse em ceder ao artista um espaço para que ele possa criar suas obras na cidade.Nascido na Polônia em 1921, Frans Krajcberg fugiu da Europa depois da Segunda Guerra Mundial, em 1948. Naturalizado brasileiro, Krajcberg primeiro se estabeleceu no Paraná, onde teve contato direto com a destruição das matas. Depois de uma exposição no Centro Nacional de Arte Contemporânea em Paris, em 1975, decidiu trabalhar com árvores queimadas em incêndios florestais e com fotografias de áreas devastadas. Atualmente, o artista mora em uma casa construída em cima de uma árvore, no interior da Bahia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.