Kosushi muda de endereço e fica ainda melhor

O Kosushi é um dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo e agora está propondo os seus sushis criativos, excelentes, num ambiente mais amplo, gostoso e decorado com classe. George Koshoji é relativamente jovem, mas já tem muita experiência no ramo.Ele começou com o mestre Shimizu no Sushigen, uma casa que vem resistindo ao tempo, de primeira. Depois de um estágio no Japão, abriu seu restaurante no Jabaquara, onde ficou alguns anos antes de instalar-se no Itaim Bibi, na Bandeira Paulista. Ali, o Kosushi se transformou numa das casas mais badaladas da cidade.Agora, mudou novamente de endereço, mas não de bairro, e passou a fazer seus sushis num ambiente realmente agradável na Rua Viradouro. Decoração de classe, moderna, sem exageros. Talvez a palavra zen se aplique a alguns detalhes da decoração, principalmente a cascata horizontal de madeira num jardim interno com apenas uma pequena árvore ao fundo do salão.Na entrada, um ambiente meio escurinho do bar. Depois, o salão retangular, com o jardim ao fundo, paredes claras, teto de madeira e, numa das laterais, o grande sushibar. Mesas com cadeiras modernas, anatômicas, de um material plástico alaranjado, luz discreta e música alta demais.O ambiente continua badalado, bastante freqüentado por jovens bem vestidos, animados. O cardápio do Kosushi segue mais ou menos os padrões dos restaurantes japoneses, é bastante extenso e tem nos sushis os seus destaques. Nele, oito entradas entre R$ 6 e R$ 17,50; quatro espetinhos entre R$ 3 e R$ 8; cinco saladas entre R$ 8 e R$ 18; duas sopas (R$ 14 e R$ 31); um tempura misto (R$ 23); três composições de sashimi (R$ 33 e R$ 42); duas composições de sushi (R$ 38 e R$ 43); dois combinados sushi-sashimi (R$ 28 e R$ 30 o individual; R$ 55, para duas pessoas; e R$ 107, para quatro pessoas); cinco sushis envoltos na alga e com o arroz por fora, tipo uramaki entre R$ 12 e R$ 19; nove temaki entre R$ 9 e R$ 14; 18 sushis em duas unidades entre R$ 7 e R$ 17; 11 sashimis em porções pequenas entre R$ 3 e R$ 17; cinco grelhados entre R$ 18 e R$ 49 e três massas entre R$ 17 e R$ 25. A casa propõe ainda seis composições de vários pratos nos almoços como o teishoko entre R$ 17 e R$ 21; e 11 composições e pratos especiais à note entre R$ 18 e R$ 51. Apesar de tanta diversidade, são mesmo os sushis que justificam amplamente a visita ao Kosushi. É muito gostoso sentar-se ao balcão e observar George e os seus três auxiliares trabalhando numa sintonia invejável. O trabalho é frenético, mas não compromete o acabamento dos pratos.George faz os sushis tradicionais, mas gosta também de tentar novas combinações e dar um toquinho a mais - um gengibre picado aqui, uma folha de shissô ali . Os seus sushis estavam ótimos mesmo, entre os melhores que temos provado em São Paulo: buri com gergelim (bem puxado no wasabi, a pasta de raiz forte); carapau com gengibre (o gengibre disfarça o gosto forte do peixe), camarão empanado com gergelim e molho meio adocicado (uma bela combinação, envolto na alga, com o arroz por fora); peixe serra com gengibre (com a pele, de sabor forte). O jantar seguiu com salmão picadinho temperado com alho e envolto em tiras do peixe (diferente, pois o alho não é comum na cozinha japonesa); salmão e atum enrolados em fatias de pepino; atum branco e pepino envolto na alga (delicado, com a alga crocante); robalo enrolado no pepino com ovas de salmão, atum branco com molho meio doce; atum com a superfície queimada (George usa um maçarico para preparar o sushi); enguia com salmão envolto na alga (uma delícia, com toque agridoce); polvo (perfeito, saboroso e tenro); polvo com molho doce (o doce não combina muito); salmão com cebolinha envolto na alga e camarão e shitake envolto na alga.Também ótimo o ussuzukuri, o robalo cortado em lâminas finas com um molho bem puxado no limão. O Kosushi teve a preocupação de elaborar uma carta de vinhos, o que já é um enorme progresso. Alguns pratos japoneses ficam ótimos com vinhos. Os sushis, por exemplo, pedem um bom espumante. O Chandon a R$ 25 é uma ótima opção. Taças excelentes, da Riedel. Saboroso café expresso, servido numa xícara muito elegante.Kosushi - Rua Viradouro, 139, Itaim Bibi. Tel.: 3167-7272. De seg. a sex., das 12 às 15h; de seg. à qui., das 19 à 1h; sex. e sáb., das 19h às 2h; dom., das 19 à 1h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.