Kevin Johansen lança CD com canções em três idiomas

Kevin Johansen admira tanto o Brasil que nem dá vontade de fazer piada de argentino com ele. Filho de um americano com uma hermana, ele nasceu no Alasca, mas passou parte da vida em Buenos Aires, onde está radicado. Dessa mistura de idiomas e culturas nasceu "Bi", disco que ele acaba de lançar, em que solta a voz em castelhano, inglês e português, em parceria com artistas brasileiros.

AE, Agência Estado

30 Outubro 2012 | 11h05

Uma de suas convidadas é Daniela Mercury, com que divide os vocais na faixa "Apocalypso". "Um dia, ela veio fazer um show em Buenos Aires e pediu para falar comigo, dizendo que gostava das minhas canções. Quando ouvi a voz dela, percebi que ela era perfeita para gravar essa música", relembra ele, em uma conversa por telefone. Johansen já teve uma composição gravada pelo Kid Abelha e outras letras por Paulinho Moska, parceiro de longa data.

Johansen se encontra pelo menos uma vez ao ano com Moska e com o outro amigo, o uruguaio Jorge Drexler, e juntos formam o que chamam de Mercosurf. "Neste disco, não houve participação do Drexler, mas estou pensando em um disco juntos. Com certeza, planejamos uma turnê dos três", adianta ele, que deve se apresentar em São Paulo em novembro.

A versão brasileira de "Bi" vem com 15 faixas, diferentemente do disco argentino, lançado como CD duplo. "Foi uma boa ideia, um exercício para eu sintetizar o que há de preponderante nos dois discos. Estou feliz com desafio", garante. Sem muita divulgação, galgou seu espaço por aqui. "Consegui um público no Brasil no boca a boca. Sempre ouvi que havia um preconceito com a música em espanhol. Mas acho que isso se converteu em curiosidade", defende.

O argentino conta que virou fã de MPB mesmo antes de frequentar o Brasil. "Nos anos 1960, as pessoas escutavam Baden Powell e Maria Bethânia aqui. Nos anos 1980, houve uma moda de música brasileira aqui, com o Caetano e Expresso 2222 (de Gilberto Gil). Somos próximos e nossas músicas se complementam."

A paixão pelos brasucas se estende à família. Seu filho Tom - "como Tom Jobim", explica - se rendeu aos ritmos locais. "Na festa de 5 anos dele, no último dia 3, ele pediu para dançar Ai, se Eu te Pego, com os amigos", diverte-se. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

"Bi" - Kevin Johansen

Sony Music

Preço: R$ 21,90

Mais conteúdo sobre:
músicaKevin Johansen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.