Kevin Johansen é a atração do Sesc Vila Mariana

Antes chamariz, símbolo de vigor autoral, o disco duplo parece nascer derrotado. Em tempos de single no Soundcloud, clipe no YouTube e da estratégia de divulgação pulverizada, como acreditar no sucesso de uma obra com quase duas horas de duração? Kevin Johansen não ligou para isso quando formatou Bi, álbum duplo com vinte seis canções. São treze em cada CD, divididas por balizas estéticas distintas - um é mais acústico e outro é mais roqueiro. Na sua mente, só pesou o fator artístico. Sobre a questão mercadológica, preferiu jogar a toalha. "O disco físico hoje é para poucos", cravou, em entrevista por telefone. O músico se apresenta amanhã e sexta no projeto Caros Hermanos do Sesc Vila Mariana.

AE, Agência Estado

06 de março de 2013 | 09h35

No Brasil, além da tiragem sem sobressaltos, ela surge incompleta. A Sony lançou uma versão condensada, num único CD, com quinze músicas. Kevin não se mostrou incomodado, preferiu valorizar o raro ingresso de um produto cultural argentino. "É uma linda carta de apresentação e até pode ser melhor digerida", afirma o cantor nascido no Alasca e radicado em Buenos Aires. "Quando as pessoas gostam, elas investigam mais e vão buscar as outras músicas no iTunes e na Amazon", acredita.

Apesar de Bi ser o primeiro trabalho de sua discografia a ganhar uma edição brasileira, o artista já transita por aqui há algum tempo. As parcerias com Moska e Vitor Ramil permitiram essa aproximação. Em seu novo registro, Daniela Mercury divide os vocais com ele na suingada Apocalypso. Moska, que conheceu por recomendação do uruguaio Jorge Drexler, está na melancólica Tan Fácil.

A formação cosmopolita permitiu que o milongueiro de veia roqueira não só compusesse um álbum em três línguas (espanhol, inglês e português) como garantiu um retrato fervilhante da atual cena latina. Nomes como Lila Downs e Natalia Lafourcade (México), Rubén Rada e Fernando Cabrera (Uruguai) e Lisandro Aristimuño (Argentina) são algumas das atrações que demonstram o poder agregador de Kevin.

KEVIN JOHANSEN - Sesc Vila Mariana - Rua Pelotas, 141, V. Mariana,

telefone 5080-3000. 5ª e 6ª, 21 h. R$ 6/ R$ 24.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
showKevin Johansen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.