Ken Loach estreia filme proibido

O diretor britânico Ken Loach estrearia ontem em Londres um documentário proibido em 1969 por suas críticas à organização beneficente Save the Children. A estreia foi marcada para ocorrer no circuito que a filmoteca britânica dedica ao diretor de 75 anos, comemorando suas cinco décadas de carreira no cinema e na televisão. Em Save The Children, filmado em 16 mm no Reino Unido e no Quênia, Loach aborda vários ângulos das políticas racistas, classistas e de caridade na sociedade capitalista por meio dos depoimentos de diversos funcionários da organização beneficente e das crianças envolvidas nos projetos da mesma. / EFE

, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.