Kazuyo, vencedora do Pritzker, dirige Bienal de Veneza

Kazuyo, vencedora do Pritzker, dirige Bienal de Veneza

Ao lado de Ryue Nishizawa, com quem fundou o estúdio Sanaa, ela acaba de ganhar o Nobel da Arquitetura

30 de março de 2010 | 17h28

A Bienal de Arquitetura de Veneza será dirigida pela japonesa Kazuyo Sejima. A décima segunda edição ocorrerá entre 29 de agosto e 21 de novembro. Ao lado de Ryue Nishizawa, com quem fundou o estúdio Sanaa, Sejima acaba de ganhar o prêmio Pritzker, considerado o Nobel da Arquitetura.

 

Veja também:

linkDois arquitetos japoneses recebem o prêmio Pritzker

 

O júri destacou a exploração do espaço, a transparência, as luzes e os novos materiais utilizados em trabalhos como o edifício de Christian Dior, em Tóquio, e o Pavilhão Glass, do Museu de Arte Contemporânea de Toledo, nos Estados Unidos. A dupla tem também trabalhos em Londres, como a Serpentine Gallery Pavillon (foto).

 

Nascida em 1956, Sejima tornou-se a segunda mulher a ganhar o prêmio. Esta é terceira vez que o Pritzker é entregue a uma dupla de arquitetos. Sejima e Nishizawa vão receber US$ 100 mil e cada um deles uma medalha bronze, no dia 17 de maio, em Nova York.

 

Museo de Arte Contemporânea, em Kanazawa, no Japão. Foto: Hisao Suzuki/AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.