Kathleen Turner entusiasma crítica londrina

A atriz americana entusiasmou a crítica londrina com seu papel na famosa obra teatral Quem tem medo de Virginia Woolf ?, que estreou ontem no Teatro Apollo. Acompanhada em cena pelo ator Bill Irwin, que vive seu esposo, a atriz recebeu elogios pelo papel que já foi interpretado no cinema por Elizabeth Taylor junto com o marido Richard Burton.Kathleen declarou ao jornal Evening Standard que se identifica perfeitamente com o papel de Marta porque, como a personagem do drama de Edward Albee, ela também teve problemas com alcoolismo."Bebi em excesso durante algum tempo para acalmar a dor. Foi por isso que comecei. A vodca pode eliminar a dor mas logo me dei conta de que a bebida só piorava as coisas", afirmou.Ela revelou ainda o sofrimento produzido pela artrite. Devido à inflamação, ter essa doença era como estar diariamente com gripe e o álcool servia como distensão. O pior da doença, segundo a atriz, é que a fez perder a confiança em si mesmo, algo que álcool ajudava a ocultar.Depois que terminar seu compromisso com o teatro Apollo, de Londres, Kathleen Turner voltará a dar aulas de atuação na Universidade de Nova York.Outro objetivo é comprar uma casa na Itália e começar a fazer filmes na Europa, onde ela disse não temer ouvir que é muito velha para um papel. "Aqui as atrizes veteranas são mais valorizadas", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.