Kate Moss se interna em clínica de reabilitação

Kate Moss iniciou um tratamento de reabilitação em uma clínica particular dos Estados Unidos, após o escândalo desatado pela publicação de fotografias nas quais aparecia cheirando cocaína, informa hoje o tablóide The Sun. A modelo britânica está isolada no centro The Meadows, em Phoenix (Arizona), por onde passaram outras estrelas do mundo do espetáculo com problemas com as drogas, segundo o tablóide. Moss decidiu seguir os conselhos de uma amiga, a também modelo australiana Elle MacPherson, que em 2003 se internou nessa clínica para se recuperar de uma depressão. A reabilitação da jovem britânica, de 31 anos, terá uma duração de quatro semanas, durante as quais será submetida a vários tratamentos a fim de "melhorar vários aspectos de sua vida, incluindo o consumo de cocaína", segundo o The Sun. A bordo de um jato privado, Moss aterrissou no sábado passado em Phoenix e foi levada de limusine até a clínica The Meadows, perto da localidade de Scottsdale. Durante sua estadia no centro, que custará mais ou menos 30.000 euros, a modelo viverá em um quarto com outras duas mulheres, com as quais também compartilhará seus problemas em tratamentos de grupo, informou o tablóide. A reabilitação de Moss veio forçada pela publicação de fotografias nas quais aparecia cheirando várias carreiras em um estúdio de gravação de Londres, junto a seu namorado, o cantor e guitarrista Pete Doherty, além de alguns amigos. As fotos, publicadas pela imprensa sensacionalista britânica há algumas semanas, saíram muito caro a uma das mulheres mais cotadas do mundo: várias marcas como Chanel e Burberry anunciaram o fim de seus acordos comerciais com ela

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.