Kate Moss quer deixar passarelas e virar estilista

A inglesa Kate Moss parece ter se cansado do ritmo das passarelas. Agora quer se dedicar aos estudos, mais especificamente à carreira de estilista. Ambiciosa, planeja criar a sua própria marca de roupas. Kate é uma das modelos mais bem pagas do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 50 milhões. Ela afirmou que vai se aposentar aos 33 anos das passarelas defitivamente para se tornar estilista. No dia 1.º de maio, a ex-namorada de Johnny Depp vai lançar a sua primeira linha de roupas, desenhada exclusivamente para a rede britânica Topshop, uma das lojas de adolescentes mais populares de Londres. Kate disse que essa experiência criativa mudou sua vida e revelou que agora prefere passar horas em uma salinha desenhando as suas próprias criações. "Estou muito envolvida nisso, além de encantada", suspirou. O dono da Topshop, Philip Green, disponibilizará um escritório de desenho só para Kate. "Será genial ter um lugar onde poderei colocar as minhas criações no papel", revelou.A top estampou a capa da revista Vogue de março usando uma criação própria: um vestido que fez para a Topshop.A estrela, que é mãe de Lila, fruto de sua relação com o editor da revista Dazed & Confused, Jefferson Hack, mantém há aproximadamente três anos uma relação de idas e vindas com o músico Pete Doherty, vocalista da banda Babyshambles.A modelo voltou aos holofotes no ano passado após um período afastada por conta do escândalo em que se envolveu em 2005, quando foi vista em um estúdio de Doherty supostamente usando cocaína. O incidente fez a top se internar em uma clínica de reabilitação, após perder importantes contratos com grifes como a Chanel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.