Kate Moss fecha contrato com a Calvin Klein

Kate Moss assinou um contrato de US$ 900 mil com a Calvin Klein, uma das primeiras marcas que exibiu fotos da modelo britânica no início de sua carreira, na década de 90. Em fevereiro, foi anunciado que o acordo seria de US$ 2,6 milhões, o mais lucrativo de sua carreira.O fechamento do contrato foi especialmente importante para Kate, que perdeu importantes trabalhos para marcas como a Chanel após o tablóide britânico The Sun ter publicado, em setembro do ano passado, fotos suas usando cocaína no estúdio de seu então namorado, o músico Pete Doherty, vocalista da banda Babyshambles. Após a publicação das fotos, Kate, de 32 anos, saiu da Inglaterra e se internou em uma clínica de reabilitação no Arizona, nos Estados Unidos. Em fevereiro, teve que retornar à capital britânica para ser interrogada pela Scotland Yard. Enquanto a modelo se mostrou disposta a combater o vício, Doherty, de 26 anos, enfrentou, só neste ano, sete acusações por porte de drogas. Em sua última estadia na prisão, foi acusado por porte de drogas da classe A, uma das mais pesadas, e de roubar um carro, em Londres.Há rumores de que a modelo e Doherty estejam juntos novamente. Segundo o site Ananova.com, os dois pretendem se casar num castelo escocês. Doherty declarou ao tablóide The Sun: "Nós vamos nos casar. E vai acontecer num castelo escocês, entre setembro e novembro. Um elegante castelo escocês. Vai ser legal".Enquanto isso, fontes dizem que Kate está pagando um tratamento dentário de 10 mil euros para Doherty, que ficou com os dentes amarelados depois do consumo excessivo de cigarros e bebidas. Uma fonte revelou ao jornal britânico Daily Star que a modelo só vai se casar com o músico caso ele arrume os dentes. "Pete sofre de hálito terrível", acrescentou.

Agencia Estado,

07 de abril de 2006 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.