Kate Moss é eleita modelo do ano em prêmio britânico

A inglesa Kate Moss foi eleita a modelo do ano na Grã-Bretanha, na entrega dos prêmios British Fashion Awards (BFA), o "Oscar" britânico do mundo da moda. A modelo de 32 anos, foi qualificada como "um verdadeiro ícone da moda", pelos juízes do BFA, depois da festa de gala da quinta-feira no museu londrino Victoria e Albert (V&A). Moss superou na disputa, as britânicas Erin O´Connor e Alek Wek, ao ser nomeada a modelo que mais contribuiu à moda internacional em 2005. A manequim, que namora o vocalista da banda BabyShambles, Pete Doherty, está exposta em 14 campanhas publicitárias e conta com uma fortuna avaliada em US$ 50 milhões. "Kate Moss é um ícone da moda e sem dúvida uma das modelos mais produtivas da indústria. Ela está nas passarelas há 15 anos e segue no topo da sua carreira", declarou uma fonte do BFA. Moss apareceu recentemente nas capas das revistas Vogue, Pop, W e Vanity Fair. O prêmio foi entregue mais de um ano depois de ela ter sido centro de uma polêmica ao ser fotografada consumindo cocaína com amigos, em um estúdio de gravação em Londres. Na ocasião, ela perdeu contratos com a H&M, Chanel, Gloria Vanderbilt eBurberry depois que o jornal Daily Mirror publicou fotos que a mostram supostamente usando cocaína em um estúdio musical onde Doherty estava gravando. Depois disso Doherty foi preso várias vezes por porte de drogas e ambos se internaram para tratamento em ocasiões diferentes. Também no BFA, o inglês Giles Deacon ficou com o prêmio de estilista do ano. A cerimônia, que contou com o patrocínio da joalheria Swarovski, foi apresentada pela comediante Daisy Donovan. Os selecionados em dez categorias foram escolhidos por um comitê de juízes em responsabilidade da editora da Vogue britânica, Alexandra Shulman.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.