JUVENIL DA BAHIA FOI DESTAQUE

A chuva teve um protagonismo indesejado na primeira edição do festival Música em Trancoso. No sábado, dia 17, o concerto de abertura mal começara e a água forçou o cancelamento da apresentação da Orquestra Juvenil da Bahia. No domingo e na segunda, os concertos foram transferidos para o teatro de um hotel da região. Nele, as irmãs Labèque fizeram um divertido Carnaval dos Animais, de Saint-Saëns, acompanhadas de músicos baianos e professores visitantes, de orquestras como a Filarmônica de Berlim; e César Camargo Mariano comandou noite memorável de música brasileira. Na terça, agora com tempo firme, a Juvenil da Bahia subiu, enfim, ao palco do anfiteatro, demonstrando energia e refinamento estilístico em concerto sob regência de Ricardo Castro, que culminou com Rhapsody in Blue de Gershwin (solos das irmãs Labèque) e deixou claro que o projeto já dá novo papel para a produção do Nordeste no cenário da música brasileira. / J.L.S.

O Estado de S.Paulo

25 de março de 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.