Justin Timberlake ganha dois prêmios no MTV Europa 2006

O cantor americano Justin Timberlake foi a estrela do prêmio MTV Europa 2006, entregue nesta quinta-feira, na capital dinamarquesa, Copenhague. O músico levou os dois prêmios a que foi indicado, de melhor cantor e melhor intérprete pop. Sob os holofotes, Timberlake participou da cerimônia como apresentador e cantou suas músicas."Foi uma noite incrível", definiu o músico.Christina Aguilera foi eleita a melhor cantora e agradeceu aos fãs em um vídeo, projetado no telão do palco. "É o reconhecimento a um duro ano de trabalho", disse a artista.Shakira não teve a mesma sorte, e acabou sem prêmio nas três categorias a que concorria.Os veteranos do Depeche Mode foram eleitos o melhor grupo musical, e Stadium Arcadium , do Red Hot Chili Peppers venceu como melhor álbum. Crazy, de Gnarls Barkley, foi eleita a melhor canção.A melhor banda de rock neste ano é The Killers. No hip-hop, Kannye West levou a melhor, enquanto na música alternativa deu Muse. Rihanna ganhou na categoria rythm and blues, e Justice e Simian, na de melhor vídeo.O trio madrilenho de hip-hop La Excepción conquistou o prêmio de melhor artista espanhol com La Oreja de Van Gogh, Macaco, Nena Daconte e Pereza. Para os músicos Juan Manuel Montilla, El Langui, JavierLaín, Dako Style, e Antonio Moreno, Gitano Antón, a premiação ajuda o hip-hop a ganhar mais respeito na Espanha.Efeitos especiais e tapete vermelhoA cerimônia correu no mais puro estilo MTV: efeitos especiais e desfile de estrelas sobre o tapete vermelho. Muse, Nelly Furtado e Rihanna foram algumas das celebridades que passaram pelo palácio dos congressos de Bella Center, onde aconteceu o evento.Um concerto ao ar livre com Keane, The Killers e Jet, e uma apresentação paralelocom atuações e entrevistas da atriz e cantora Juliette Lewis animaram o público.Os jovens espectadores da MTV puderam acompanhar a premiação pela internet. A novidade ficou por conta da transmissão por celular do evento. Cerca de 20 milhões de usuários de nove países europeus experimentaram o serviço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.