Justin Bieber é indiciado por dirigir bêbado e disputar racha na Flórida

O popstar Justin Bieber foi preso no sul da Flórida na madrugada desta quinta-feira sob a acusação de dirigir alcoolizado, depois de ter sido pego participando de um "racha" em uma Lamborghini amarela alugada, disse a polícia.

ZACHARY FAGENSON, Reuters

23 Janeiro 2014 | 18h03

Em seu mais recente incidente fora dos palcos que ganha as manchetes da mídia, Bieber inicialmente resistiu à prisão, praguejou contra os policiais e depois lhes disse que havia consumido bebida alcoólica, maconha e medicamentos controlados, segundo a polícia.

Policiais constataram que a Lamborghini de Bieber e uma Ferrari vermelha aceleraram em alta velocidade em uma avenida de quatro pistas em uma área residencial, a apenas algumas quadras da região turística de South Beach, afirmou chefe de Polícia de Miami Beach, Raymond Martinez.

Dois utilitários bloquearam a rua para que o cantor de 19 anos do sucesso "Boyfriend" pudesse disputar a corrida com um amigo que estava no carro esporte vermelho alugado, afirmou a polícia.

Bieber, que dirigia a uma velocidade entre 88 e 96 quilômetros por hora em uma zona em que o máximo permitido é de 48 quilômetros por hora, também foi indiciado por resistir à prisão sem violência e dirigir com uma habilitação vencida do Estado da Geórgia, disse a porta-voz da polícia de Miami Beach, Vivian Hernandez.

O astro canadense estava "um pouco briguento, usando algumas palavras seletas", quando detido, afirmou Vivian, mas passou a cooperar quando chegaram à delegacia. Na foto do registro policial ele aparece sorrindo.

No relatório sobre a prisão um agente declarou que Bieber estava com os olhos avermelhados e hálito de quem bebeu. O cantor disse à polícia que estava retornando de uma sessão de gravação num estúdio, e repetidamente perguntou por que tinha sido parado e preso.

"Por que vocês me pararam?", perguntou, segundo o relatório. "Por que têm de me revistar?"

Bieber reconheceu depois que havia tomado remédios de prescrição médica, fumado maconha e consumido álcool, disse Martínez.

Representantes do cantor e sua mãe, Pattie Mallette, afirmaram que não fariam comentários sobre a prisão.

Seu amigo, identificado como o cantor de R&B Khalil Sharieff, foi preso sob a acusação de dirigir em estado de intoxicação.

O departamento de polícia da cidade de Opa-locka, da Flórida, está investigando se dois de seus agentes deram a Bieber uma escolta não autorizada na noite de segunda-feira, depois que seu jato particular aterrissou em um aeroporto local, informou o porta-voz da cidade David Chiverton.

Ele confirmou que a cidade também está averiguando se agentes escoltaram Bieber ao clube de strip-tease King of Diamonds em Miami Gardens.

O comportamento errático de Bieber por vezes ofuscou sua carreira musical no último ano, num momento em que o cantor que despontou para a fama aos 15 anos chega à idade adulta.

No começo do mês, detetives na Califórnia inspecionaram a casa de Bieber depois de ele ter sido acusado de jogar ovos na casa de um vizinho.

(Reportagem adicional de David Adams e Zachary Cook)

Mais conteúdo sobre:
GENTEBIEBERPRESO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.