Justiça mantém "O Canto dos Malditos" proibido

O Tribunal de Justiça do Paraná decidiu prorrogar, no último dia 7, a liminar que proíbe a circulação do livro O Canto dos Malditos - que deu origem ao filme Bicho de Sete Cabeças -, do escritor Austregésilo Carrano.A decisão é resultado de um processo movido contra o autor pela família do falecido psiquiatra Alô Ticolaut Guimarães, que foi diretor do hospital Bom Retiro na época em que Carrano era um interno. Em seu livro, Carrano denuncia violências às quais os pacientes eram submetidos. O autor afirma que vai continuar sua luta na Justiça e que levará o caso até o Supremo Tribunal Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.