Justiça do Piauí condena Rede Globo

O desembargador José Soares Albuquerque ganhouontem uma tutela antecipada para sacar R$ 3,5 milhões das contas da Rede Globo de Televisão. A tutela foi concedida pelo juizJosé Francisco do Nascimento, da 5.ª Vara Civil de Teresina. O desembargador disse que ainda cabe agravo de instrumento dadecisão para o Tribunal de Justiça do Piauí. Esta é a segunda vez que o desembargador ganha uma ação contra a Globo. A Rede Globo de Televisão apresentou uma série de reportagens contra o desembargador no Jornal Nacional alegando que eleestava envolvido com o crime organizado no Piauí. Albuquerque apresentou duas ações contra a Globo e o repórter Roberto Cabrini autor das reportagens no Piauí. Cabrini hoje éâncora do jornal Brasil Urgente na Rede Bandeirantes. O desembargador disse que vai apresentar uma nova ação contra Cabrinie contra a Band por ter dito em rede nacional que seu sigilo bancário e fiscal havia sido quebrado pela Justiça. "Isto é mentira",assegurou. O desembargador informou que entrou com a ação contra a Rede Globo e não contra usa afiliada no Piauí, a TV Clube. Eleexplicou que a sentença é auto-executável. Ontem, foi publicado no Diário da Justiça. Hoje o desembargador vai usar aexecução provisória da sentença para penhorar o valor de R$ 3,5 milhões das contas da Rede Globo. "A execução é via online.Basta ser apresentada em qualquer banco e fica penhorado o valor", informou. As duas ações contra Cabrini e a Globo estão tramitando na Justiça desde março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.