Wolfgang Kumm/EFE
Wolfgang Kumm/EFE

Justiça do Irã concorda em libertar cineasta sob fiança

Diretor de cinema Jafar Panahi está há mais de uma semana em greve de fome na prisão Evin

REUTERS

24 de maio de 2010 | 17h28

O Judiciário iraniano concordou em libertar sob fiança o diretor de cinema Jafar Panahi, que está há mais de uma semana em greve de fome na prisão Evin, de Teerã, teria declarado uma autoridade iraniana nesta segunda-feira, 24.  

 

 

Veja também:

link Jafar Panahi, um diretor querido no Brasil

link 'Prisão de Panahi é uma ofensa', diz Juliette Binoche

blog Gustavo Chacra entrevista cineasta Flavio Rassekh sobre piora dos direitos humanos no Irã 

Ganhador de muitos prêmios internacionais, entre eles Leão de Ouro, o prêmio máximo no Festival de Veneza de 2000 com O Círculo. Panahi, partidário do líder oposicionista Mirhossein Mousavi na eleição presidencial contestada do ano passado, foi preso em março com sua mulher e filha, que foram soltas posteriormente.

Juliette Binoche, em seu discurso de aceitação do prêmio de melhor atriz no festival de cinema de Cannes, no domingo, criticou o Irã por encarcerar Panahi, dizendo que "a culpa dele é ser artista, é ser independente."

O promotor de Teerã Abbas Jafari Dolatabadi disse à agência de notícias ISNA que "no encontro que tivemos com ele na quinta-feira, analisamos seu pedido de ser libertado antes de uma audiência judicial, e foi decidido que ele será libertado após pagamento de fiança. O trabalho judicial e burocrático relativo a seu caso está em curso no momento."

Não ficou claro quando Panahi deixará a prisão.

O cineasta tinha dito que não encerraria sua greve de fome enquanto não tivesse acesso a seu advogado, pudesse receber visitas de sua família e ser libertado incondicionalmente enquanto aguardava uma audiência em um tribunal. Seus familiares e seu advogado o visitaram na semana passada.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEPANAHIIRALIBERTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.