Juliette Lewis abre o VMB; Fresno leva revelação do ano

Daniela Cicarelli ironizou a apresentação de Britney Spears no último Vídeo Music Awards

Pedro Henrique França e Monique Oliveira,

27 de setembro de 2007 | 23h29

Com o show de Juliette & The Licks, começou o 13º Vídeo Music Brasil, a festa anual de premiação da MTV Brasil, na noite desta quinta-feira. Em uma rápida apresentação, a líder da banda Juliette Lewis deu apenas o gostinho do que será seu show no TIM Festival, que acontece em outubro.      Galeria de fotos   Após o "Esquenta VMB", com a recepção dos convidados feita por Marcos Mion e Penélope, a mestre-de-cerimônias da noite, Daniela Cicarelli, adentrou ao palco do Credicard Hall, em São Paulo. De vestido branco e "supersticiosa", Cicarelli fez graça com o número 13 e garantiu estar "de corpo fechado". "Vocês sabem que VMB é esse? É o 13º! E esse corpinho está todo fechado. Protegido de arruda!", disse.   Antes de chamar Juliette, ela ainda ironizou a apresentação de Britney Spears no último Vídeo Music Awards, que virou motivo de chacota pela forma física e desajeitada com que ela "retornou" à mídia – com exceção dos escândalos. "Aqui não é VMA’s", declarou em referência ao prêmio da MTV norte-americana.   A cantora Claudia Leite, do Babado Novo, e Miranda, jurado do Ídolos, do SBT, apresentaram o primeiro prêmio da noite, o de "Artista Revelação". E a estatueta foi para Fresno, que desbancou Mariana Aydar, Céu, Moptop e Bonde do Rolê. O baixista Rodrigo Tavares, do Fresno, elogiou o trabalho do concorrente Moptop, mas saiu sem modéstia. "Esse prêmio era nosso, com certeza", destacou. "A MTV foi a primeira a abrir portas e também vai ser a última a fechar", emendou.   O cantor Lulu Santos apresentou a segunda categoria da noite, a de "Hit do Ano", que foi para o grupo NXZero, pela música "Razões e Emoções". Em seguida, o senador com o filho roqueiro Supla. Suplicy se arriscou no microfone e cantou a música "Vamo Pulá" para apresentar o segundo show do VMB, a dupla Sandy & Junior, que teve participação de membros da banda Cachorro Grande.   Marina Person e o rapper Marcelo D2 nomearam o vencedor para a inédita categoria "Aposta MTV". E quem desbancou os concorrentes foi o Strike. Já na categoria "Web Hit", os apresentadores do Pânico, Silvio, Vesgo e Sabrina, anunciaram o óbvio vencedor "Vai Tomar no C...", da atriz Cris Nicolotti, febre no YouTube, que disputava com o clássico vídeo do senador Suplicy cantando "O Homem na Estrada" no plenário.   Pedidos insistentes partiram do público para que Cris cantasse a música ao vivo, mas ela e os integrantes do Pânico preferiram realizar a "Dança do Siri". Juliette Lewis apresentou o show da Pitty e entoou o famoso "Vai Tomar no C...". Levou o prêmio "Artista Internacional do Ano", a banda Red Hot Chilli Peppers.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.