Julgamento civil pela morte de Jackson começa dia 29

O julgamento de uma ação civil relativa à morte do cantor Michael Jackson deve começar oficialmente na próxima segunda-feira, depois da conclusão da seleção dos jurados, na terça-feira.

Reuters

24 de abril de 2013 | 09h37

A mãe do artista, Katherine Jackson, pleiteia uma indenização de aproximadamente 40 bilhões de dólares da produtora de shows AEG Live, relativa a lucros cessantes e outros prejuízos, sob a alegação de que essa empresa contribuiu para a morte de Jackson ao contratar o médico que lhe administrou uma dose letal de analgésicos, em 2009.

Doze jurados -seis homens e seis mulheres- já haviam sido selecionados na segunda-feira, e na terça-feira aconteceu a escolha de seis suplentes. O julgamento na Corte Superior de Los Angeles deve durar três meses.

A AEG Live argumenta que não contratou o médico Conrad Murray para acompanhar Jackson, e que o artista já era viciado em medicamentos quando firmou contrato para uma série de shows em Londres, que não chegaram a acontecer.

Murray já foi condenado em 2011 por homicídio culposo.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEJACKSONJULGAMENTOCIVIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.