Juiz proíbe exibição de vídeo de Elizabeth Jagger

Um juiz britânico decidiu hoje proibir a transmissão de um vídeo que mostra a modelo Elizabeth Jagger tendo "atividades sexuais" com seu namorado em uma boate. Elizabeth, filha do líder do Rolling Stones Mick Jagger e da modelo texana Jerry Hall, abriu o processo contra John Darling, gerente da boate londrina Kabaret´s Prophecy. O juiz da Suprema Corte Rodger Bell disse que Elizabeth, de 20 anos, e o namorado dela, Calum Best, filho do astro do futebol inglês George Best, tiveram uma "legítima expectativa de privacidade" quando tiveram relações sexuais dentro da boate, em 17 de fevereiro. O casal foi filmado por circuito interno de televisão que eles não haviam notado."Mesmo que a requerente seja acusada de má conduta, ela não é, no meu ponto de vista, tão culpada que não possa buscar o auxílio desta corte", disse o juiz. Bell proibiu tanto a exibição como a publicação de imagens retiradas do vídeo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.