Juiz autoriza Britney a passar mais tempo com os filhos

O juiz encarregado da disputa entrea cantora Britney Spears e o ex-marido pela guarda dos filhosdo casal autorizou-a na terça-feira a passar mais tempo com ascrianças, disse o advogado que representa Kevin Federline, opai dos meninos. Mark Vincent Kaplan saiu da audiência sem dar detalhes dadecisão, mas elogiou a cantora por tentar retomar o controlesobre sua vida pessoal. "Todos vemos indicadores de progressospor parte da sra. Spears", afirmou ele a jornalistas. "O que parecia um estado diário de extremo descontrole seestabilizou", acrescentou Kaplan, que na audiência ouviu orelatório de um psiquiatra sobre ela. Ao contrário das audiências de alguns meses atrás -- quandoela faltou ou saiu afobada -, Britney desta vez chegou na hora,usando um discreto vestido de bolinhas. Estava acompanhada dospais. Em outubro, ela perdeu a custódia física e jurídica sobreos filhos Sean Preston, de dois anos e meio, e Jayden Hames, deum ano e oito meses. Em janeiro, perdeu também o direito devisitá-los, mas no mês seguinte Federline aceitou que ela visseocasionalmente os meninos, sob supervisão de terceiros. Depois de adotar comportamentos estranhos, Britney foiinternada duas vezes em clínicas psiquiátricas, onde teria sidodiagnosticado um transtorno bipolar. Em fevereiro, o pai dela,Jamie Spears, foi nomeado curador de seus assuntos pessoais, eo auto-intitulado empresário Sam Lutfi recebeu ordens de ficarlonge dela. Em março, Britney fez uma elogiada participação no programa"How I Met Your Mother", no papel de secretária -- o que eladeve repetir em maio. "Estamos muito contentes com o progresso de Britney eapreciamos muito que a corte tenha reconhecido esse progresso",disseram os pais dela em nota na terça-feira. A cantora devevoltar em julho ao tribunal para uma nova avaliação. Elliott Mintz, assessor de imprensa de Federline, disse ajornalistas que ele ficou satisfeito com a audiência deterça-feira. "Ao final desta saga, ele espera e acredita quehaverá duas crianças criadas na companhia de duas pessoas queas amam", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.