Juca Ferreira troca a direção do Museu da Cidade de SP

O secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, demitiu na semana passada a diretora do Museu da Cidade de São Paulo, Regina Ponte. Criado em 1993, o Museu da Cidade de São Paulo agrupa 11 casas históricas, além da antiga passagem conhecida como Beco do Pinto, do Monumento à Independência e do Pavilhão das Culturas Brasileiras.

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 10h05

Quem assumirá no lugar dela deverá ser o filósofo Afonso Luz, crítico de arte e pesquisador de estética e história da arte. Luz foi consultor do programa Monumenta (do Iphan, BID e Unesco) para Economia da Cultura, Artes Visuais e Crítica Cultural. Também assessorou o Ministério da Cultura na gestão de Gilberto Gil e coordenou o Programa Cultura e Pensamento.

Luz não quis confirmar ainda sua nomeação. Por telefone, ontem, disse que estava fora de São Paulo e ainda conversará detidamente com Juca Ferreira sobre o convite. Mas demonstrou conhecer profundamente a problemática da instituição.

"Já houve vários projetos, várias tentativas de se estabelecer esse grande museu da cidade. Mas, até agora, ele não teve um arranjo institucional sólido. É um grande desafio, estabelecer um programa de exposições com regularidade, orçamento. Está no programa de governo do Haddad", afirmou.

Procurada ontem pela reportagem, Regina Ponte não atendeu e também não retornou ligação para comentar seu desligamento, informado a ela na sexta-feira. Entre as exposições mais recentes do complexo de museus, está a da obra Recuo, de Iran do Espírito Santo, na Capela do Morumbi, uma pintura mural feita sobre um painel de madeira e gesso.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
política culturalmuseusmudanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.