Jornal alemão Bild tira mulheres de topless da primeira página

O jornal mais vendido da Alemanha decidiu retirar as imagens de mulheres seminuas da primeira página -- sua marca registrada --, em um gesto para agradar os leitores que se queixavam, disse o jornal nesta sexta-feira.

REUTERS

09 de março de 2012 | 15h33

O Bild, que vende cerca de 4 milhões de exemplares por dia, trará agora as imagens na página três, um formato favorecido por tablóides britânicos.

"Talvez seja um pequeno passo de uma perspectiva feminina, mas para o Bild e todos os homens na Alemanha é um grande passo", afirmou o Bild em um artigo.

As mulheres sem a parte de cima na primeira página fazem parte da identidade do Bild há 28 anos. Mais de 5.000 mulheres já expuseram seus seios desde 1984, segundo o jornal.

"Estou satisfeita que as fotos finalmente desapareceram da capa do jornal, mas a questão é quanto tempo isso vai durar. Foi muito degradante, mas teremos que esperar e ver se isso é permanente", disse Monika Lazar, porta-voz das mulheres para o partido Verde.

A decisão, que foi tomada no Dia Internacional da Mulher na quinta-feira, visa tornar o jornal mais aceitável para as mulheres, mas sem perder seu caráter, segundo o diário.

"Claro que o Bild quer permanecer sexy. Mas de uma forma mais moderna e melhor empacotada dentro do jornal. Assim como tantas mulheres e painéis de leitores queriam", disse o jornal.

(Reportagem de Alice Baghdjian)

Tudo o que sabemos sobre:
MIDIAALEMANHABILDTOPLESS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.