Jornada fotográfica percorre SP

Apesar de atualmente lutar contra o estigma da deterioração e da violência, o centro de São Paulo ainda possui encantos irrevelados. A Praça da Bandeira, a Estação da Luz, a Rua das Noivas, o Teatro Municipal, as galerias, o Minhocão e tantos outros locais por onde multidões passam desatentas todos os dias ainda podem encantar os observadores mais cuidadosos.Tentar resgatar essa poesia perdida, mostrando o que há de melhor na cidade é a tarefa dos participantes do Foto São Paulo - Uma Jornada Cívica pela Recuperação do Centro, que será realizada sábado e domingo a partir das 9 horas. A maior prova do interesse dos paulistanos pela causa é a participação de mais de 2 mil pessoas. "Recebemos muitas inscrições e faremos um grande arrastão fotográfico que vai abrir os olhos da população para as belezas do centro da capital", comemorou o coordenador do evento, Iatã Canabrava.A largada será dada no stand da Coordenação na Estação Júlio Prestes, onde os participantes inscritos poderão retirar o kit Foto São Paulo, com crachá, colete e ficha de envio de fotos para uma futura exposição, entre outros itens. De lá, os participantes se separam em grupos de 35 pessoas, cada um comandado por 28 fotógrafos profissionais que vão caminhar pela cidade e ministrar workshops. Entre os nomes estão Gal Oppido, Mônica Zarattini e Vidal Cavalcante, Vânia Toledo, Ed Viggiani e vários outros. Cada grupo vai percorrer um roteiro pré-escolhido com monitores especializados. Visitantes de outras cidades do País, grupos de empresas, escolas e instituições também poderão traçar sua própria rota para fotografar. "Não há nenhuma restrição. O participante só precisa ter uma câmera - não tem de ser profissional -, ser um apaixonado por fotografia e estar disposto a colaborar com a recuperação da cidade", conta Canabrava.Iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura, o projeto adotou o slogan "Abra os Olhos para São Paulo" e, segundo o secretário Marcos Mendonça, pretende "chamar os paulistanos de volta ao centro, que é o coração da cidade."O resultado da jornada poderá ser conferido a partir de 6 de outubro, quando uma exposição com as fotos clicadas pelos participantes será aberta na Estação da Luz. Encerrada esta exposição, em 28 de outubro, os participantes poderão doar suas fotografias para o Museu da Imagem e do Som. Quem quiser saber mais sobre o projeto pode acessar www.fotosite.com.br/fotosaopaulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.