Jorge Garcia, ansioso por decifrar seu personagem em Lost

Em "Lost", tudo foi culpa de Hurley! Pelo menos assim acredita o personagem do ator Jorge Garcia, que invocou os números misteriosos, ganhou na loteria e perdeu sua sorte. Não se sabe por que o avião da Oceanic Air caiu na ilha, mas que Hurley é peça importante no quebra-cabeça não há dúvidas. Foi ele quem primeiro apresentou para os telespectadores a seqüência 4, 8, 15, 16, 23 e 42. E sua estadia na instituição mental com seu amigo imaginário e com Libby ainda tem elementos bizarros.Em companhia de Cynthia Watros, atriz que interpretava a falecida Libby, o ator Jorge Garcia concedeu uma entrevista para a imprensa internacional em Los Angeles, da qual o Estado participou. Despojado, Jorge Garcia lembra em muito Hurley por seu bom humor e seu estilo bonachão. O ator, que grava no Havaí, estava descansando em um hotel da cidade. Porém a folga não foi completa. Além de atender os jornalistas, o intérprete de Hugo Hurley sofreu com os paparazzi. Ele deu de cara com uma foto em que aparecia caminhando com sua namorada. ?Não faço idéia de como essa foto foi tirada! É a primeira vez que fico tão exposto a uma situação assim?, conta Garcia. ?Isso é meio assustador.?Assustador é o estrondoso sucesso de Lost nos cinco continentes e a legião de fãs fiéis. Tanto que, na loteria da Califórnia, grande parte dos apostadores tentou ganhar a bolada com os números de Hurley. ?Acho que esse seriado não ensinou nada para as pessoas?, brinca Garcia. ?Primeiro porque, mesmo se você ganhasse, teria de dividir o prêmio com milhares de fãs; e em segundo, coisas ruins acontecem para quem usa esses números!? Para Garcia, o humor de seu personagem aparece de forma natural na série. ?Quando uma pessoa se vê em uma situação de risco tende a arriscar uma piada para quebrar a tensão dentro dela mesma?, diz. ?Estou muito feliz com os diálogos que os roteiristas escrevem para mim. Acho que combinam bem com minhas habilidades.? E, no fim, Garcia é tão engraçado quanto Hurley. E quem disse isso foi Cynthia Watros, que contracenou bastante com o ator nessa segunda temporada que está para acabar. Nos Estados Unidos, o terceiro ano começará já em setembro - para a alegria dos piratas e dos camelôs. Luzes, câmera, ação!Para Jorge Garcia, seu personagem sobreviverá por um bom tempo em Lost. Bem, essa é a teoria do ator, mas o co-criador da série já deixou claro que ninguém está seguro. ?Acho que estar no centro do mistério dos números significa que ficarei um tempo por aí?, analisa o ator. ?Acho que nenhum personagem foi mais atingido pela ilha em sua vida anterior ao acidente do que o Hurley. Então acho que teremos de esperar para ver como essa história vai se desenrolar?, diz o ator que não vê a hora de saber tudo sobre o passado de seu personagem. Aliás, ele coloca essa questão acima do mistério geral da série, do monstro, etc. ?Pode parecer egoísmo, mas quero saber mais.?Essa vontade de saber mais sobre seu personagem vem do fato de que Garcia está vivendo uma paixão por Hurley. ?Ele é como um cheerleader, no sentido de querer unir o grupo e fazer com que ele sobreviva como um todo, evitando panelinhas e diferentes tribos?, conta o ator que destaca outro aspecto a favor de seu papel e de toda a experiência de Lost: a ação. O episódio favorito de Garcia até agora foi o piloto. ?Foi uma grande coisa para mim?, fala. ?O momento em que saio correndo para sair de perto da asa do avião e ela explode atrás de mim... Sabe, jamais seria escalado para um filme de ação e coisas desse tipo, então foi demais!? Vida no HavaíQuando está gravando, Garcia fica direto no Havaí. E já está se acostumando ao calor. ?Você tem de lidar com mosquitos e com o sol, mas, como não sou da área de construção, é um trabalho prazeroso?, fala. ?Quando me mudei para lá, suei muito nas primeiras semanas. Mas, quanto mais tempo ficamos por lá, nosso sangue parece ficar mais fino e começamos a nos aclimatar melhor ao calor.? Garcia diz que o clima entre os atores no Havaí é o de uma grande família. O pai de todos é Matthew Fox, o Jack. ?Olho para ele como um líder, uma espécie de voz da experiência?, conta. Essa ?voz da experiência? vem do fato de que Matthew Fox é o único ator da trupe que já vivenciou a fama em uma série que foi um sucesso mundial, Party of Five ou O Quinteto. Fox deu conselhos ao elenco de Lost assim que todos sentiram, ao final da primeira temporada, que não eram mais anônimos. E Garcia, com certeza, está nesse time de novos famosos por causa de Lost.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2006 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.