Jorge Fernando assume "Sai de Baixo"

O diretor e ator Jorge Fernando começa o ano de 2001 com a corda toda. Além de estar trabalhando nos programas Gente Inocente e Turma do Didi, da Globo, ele reassume o núcleo de direção do dominical Sai de Baixo, que reestréia no dia lº de abril. Nesta semana, ele reuniu a imprensa para contar as novidades de sua carreira e o que o público pode esperar do Sai de Baixo 2001, que ficará por pouco tempo em suas mãos. A partir de maio, Jorge Fernando passará a bola novamente para Denis Carvalho, para assumir a direção da próxima novela das sete, de Silvio de Abreu, que se passará em São Paulo, e tem nome provisório de A Incrível Batalha das Filhas da Mãe no Jardim do Éden. "Batalhei muito para voltar às novelas e agora não vou poder fazer nada paralelamente. Quando começarem as gravações, terei mesmo de abandonar o Sai de Baixo." O motivo para a novela ser gravada em São Paulo é simples: elenco exigente. Filhas da Mãe (nome sugerido por Jorge Fernando) contará com personalidades consagradas como Fernanda Montenegro, Tony Ramos, Raul Cortez, Regina Duarte, Alexandre Borges, Luiz Fernando Guimarães, Andréa Beltrão, Claudia Raia, Claudia Gimenes e Reynaldo Gianecchini, entre outros. "A maioria deles prefere gravar em São Paulo", afirma. Jorge Fernando confessa que seu ritmo de trabalho tem aumentado bastante. "Estou numa adrenalina grande, minha vida está muito doida. Tem dias em que começo a trabalhar às 12 h e só termino às 23 h." Fim das novidades - Entrando no seu sexto ano de exibição, o Sai de Baixo, para Jorge Fernando, não pode mais apostar em novidades para atrair o público. "Um programa que já tem todo este tempo não tem mais o que inventar. O que estamos querendo fazer é resgatar o que aprendemos desde o início e trazer de volta a magia do primeiro ano, não esta coisa careta de sitcom", revela. "Quero retomar aquele amor caliente do Caco e da Magda, os negócios do Vavá, como a Vavatur. Enfim, relembrar as coisas que deram certo." Neste ano, o Sai de Baixo não terá mais a participação de Ary Fontoura, o Penerucho. "O contrato dele era de apenas um ano e acho que o Ary está sendo convocado para uma outra novela. Então, ele não poderá participar mais. Com isso, soltaremos mais o personagem de Cassandra (Aracy Balabanian)", conta. Quem ficará de vez é Claudia Rodrigues, a Cirene. "A Marcia Cabrita (que fazia a empregada Neide) tem um novo projeto para participar do Zorra Total e não voltará mais ao dominical." Caco, Magda, Cassandra, Vavá e companhia não ficarão mais limitados apenas ao apartamento no Arouche. "Teremos algumas externas agora, como fizemos no último episódio do ano passado", revela. "Mas não serão em todos os programas. É complicado para os atores terem tempo disponível para a gravação. Aqui, eles gravam uma vez por semana. Com as externas, eles teriam de disponibilizar uns dois dias para o programa", continua. O mais provável é que estas externas sejam gravadas em épocas de programas temáticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.