Jorge Amado morre em Salvador

O escritor Jorge Amado morreu no final da tarde, em Salvador. Jorge Amado passou mal e foi levado à tarde ao Hospital Aliança, mas não resistiu a uma parada cárdio-respiratória, e morreu às 19h30. O escritor estava com 88 anos e sofria de complicações da diabetes. O escritor será velado no Palácio da Aclamação. Seu corpo será cremado, e as cinzas, jogadas sob uma mangueira em sua casa, no Rio Bonito.No dia 20 de maio Amado foi internado no mesmo hospital, onde passou 26 dias recuperando-se de uma crise de hiperglicemia (aumento da taxa de açúcar no sangue). Em 1993, quando sofreu um infarto agudo do miocárdio, Amado passou dez dias internados. Três anos depois, para se submeter a uma angioplastia para desobstrução de artéria coronária, o escritor precisou ficar mais 14 dias no hospital. Mesmo com uma grande deficiência visual, chegou a pensar em ditar livros que já não conseguia escrever, mas o agravamento de sua saúde o fez cancelar os projetos. A inatividade causou uma forte depressão no escritor, que ao longo de 60 anos de vida literária escreveu 33 livros, editados em 52 países e criou mais de 500 personagens. Às vésperas de completar 89 anos (o aniversário é no dia 10 de agosto) Amado vivia recluso na sua casa no bairro do Rio Vermelho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.