Joe Jackson perde luta por herança

A Corte de Apelações da Califórnia rejeitou ontem a tentativa do pai de Michael Jackson, Joe Jackson, de questionar a gestão da herança do Rei do Pop, controlada por um fundo fiduciário. A decisão pôs fim à luta legal do patriarca dos Jackson de administrar a fortuna do filho. Michael deixou o pai de fora de seu testamento, datado de 2002, citando como únicos herdeiros sua mãe e seus três filhos. Pouco depois da morte do cantor, em 25 de junho do ano passado, Joe Jackson recorreu à Justiça para tentar administrar o patrimônio do filho, que preferiu delegar a gestão de seus bens ao advogado John Branca e ao produtor fonográfico John McClain. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.