João Sayad fala em desobstruir artérias culturais

Doutor, mas em economia (pela Yale University), o novo secretário de Estado da Cultura de São Paulo, João Sayad, assumiu o cargo na terça com discurso metafórico. "Se arte está associada ao coração, a função da secretaria é desobstruir artérias e permitir a livre circulação: expor a cultura dos oprimidos para os opressores, a arte erudita para os artistas populares, a cultura popular para os eruditos, a cultura brasileira para o resto do mundo e a do mundo para os brasileiros." Sayad disse que sua função não é "apenas" cultural, mas de serviço público, e que tem como meta transformar a secretaria numa espécie de Fapesp da Cultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.