Jô Soares volta às artes plásticas com mostra em SP

Humorista, escritor, ator, diretor, produtor. Entre as muitas atividades de Jô Soares, conta-se ainda a de artista plástico, com participação na 9.ª Bienal de São Paulo e uma medalha de prata do Salão de Campinas. Desde 1986, porém, Jô não expunha. A razão para ter se afastado dos quadros foi um acidente de motocicleta, que ele conta ter limitado os movimentos dos braços. Ao descobrir as possibilidades dos meios digitais, driblou o problema, e volta à carga com a exposição Quadro de Luz.A mostra, que será inaugurada em 1.º de julho, no Museu Brasileiro da Escultura, reúne 53 telas. Foram feitas a partir de desenhos a lápis de Jô, manipulados em computador e impressos em tela, com tinta acrílica. Jô diz que a descoberta de que podia voltar a pintar explica a razão de tantas telas - há dezenas além das que estarão expostas - em tão pouco tempo, de 2002 a 2004. Quadro de Luz tem curadoria de José Roberto Aguilar e Ivald Granato, e cenografia de Flávia Soares e Ciça Pinheiro. Os quadros de Jô estarão à venda, com preços entre R$ 4 mil e R$ 6 mil.Museu Brasileiro da Escultura - Pinacoteca. Av. Europa, 218, Jardim Europa, tel.: 11.3081-8611.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.