J.K. Rowling registra em estátua data do fim de Harry Potter

A escritora britânica J.K. Rowling, criadora da saga literária de Harry Potter, deixou escrita uma mensagem na qual anunciava que tinha terminado o sétimo e último livro do jovem mago, e o fez em uma estátua de seu quarto no hotel Balmoral de Edimburgo. "J.K. Rowling terminou de escrever Harry Potter and the Deathly Hallows neste quarto em 11 de janeiro de 2007", rabiscou a escritora em uma antiga estátua de mármore de seu quarto. Segundo informou hoje a agência de notícias britânica "Press Association", porta-vozes do hotel escocês confirmaram que a autora assinou no busto após uma recente visita ao estabelecimento, embora tenham decidido não revelar o número de quarto onde Rowling terminou o último livro da saga. Há uma década, a criadora de Harry Potter freqüentava cafés próximos ao hotel Balmoral, de cinco estrelas, enquanto escrevia seu primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal. Agora, 10 anos depois e com uma fortuna que supera os R$ 2,5 bilhões, Rowling escolheu um hotel da cidade onde vive, com preços que vão de R$ 1,1 mil a R$ 6,2 mil aproximadamente, para pôr o ponto final às aventuras que venderam mais de 325 milhões de exemplares e foi traduzida em 64 idiomas. A editora Bloomsbury anunciou ontem, quinta-feira, que o último Harry Potter será lançado nos países anglo-saxões à meia-noite de 21 de julho, no Reino Unido e nos Estados Unidos. A Rocco, editora que publica a série no Brasil, informou que o nome provisório da obra em português é Harry Potter e as Insígnias Mortais. Segundo a companhia, uma cópia do livro é enviada à editora assim que ele é lançado na Grã-Bretanha e, a partir daí, começa a produção em português.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.