J.K. Rowling é premiada por ajudar pesquisas sobre doenças

A criadora do bruxinho Harry Potter, J.K Rowling, recebeu um doutorado honorário, nesta quinta-feira, em reconhecimento à sua ajuda à pesquisas sobre escleroses múltiplas. Rowling, que perdeu a mãe vítima de doença no sistema nervoso, recebeu o Doutorado em Direito da Universidade de Aberdeen na Escócia.A escritora preside uma associação que ajuda vítimas de escleroses múltiplas, Multiple Sclerosis Society Scotland, e doou uma quantia substancial ao Instituto de Ciências Médicas da Universidade de Aberdeen."J.K. Rowling é conhecida por um livro que escreveu em uma cafeteria de Edimburgo", disse Neva Haites, representante da universidade, durante o discurso que precedeu a entrega do prêmio à escritora, no auditório Marischal College da Universidade de Aberdeen. "O que poucas pessoas sabem é a da contribuição de Rowling para insitutições de caridade", acrescentou Haites. "Ela é um exemplo de líder escocesa que usa sua reputação para dar suporte às batalhas contra doenças". Usando um terno preto, Rowling sorria para o público que a aplaudia no auditório. "Estou emocionada...isso é muito estimulante", disse ela à repórteres que estiveram no evento.Rowling já tem um certificado de honra recebido de universidades de Edimburgo, St. Andrews e Napierm, pelos serviços prestados à literatura. Sua mãe, Anne, morreu de escleroses múltiplas, aos 45 anos, em 1990.Rowling, autora dos livros da série Harry Potter, foi eleita a maior escritora britânica viva em pesquisa recente feita pela revista de literatura The Book Magazine. A pesquisa realizada pela internet para formular a lista dos 50 escritores preferidos pelos britânicos, indica que Rowling recebeu quase três vezes a quantidade de votos do segundo colocado, o escritor Terry Pratchett.Atualmente, J.K. Rowling está escrevendo o sétimo e último livro da série Harry Potter, que já vendeu cerca de 300 milhões de exemplares em todo o mundo. Em 2001, Harry Potter e a Pedra Filosofal, primeiro livro da saga, foi levado para as telonas, estrelado por Daniel Radcliffe e dirigido por Chris Columbus. O quinto filme tem lançamento mundial previsto para julho de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.