'Jesus Cristo Superstar' é alvo de novo protesto esvaziado

Vinte pessoas se reuniram antes da apresentação do musical na tarde de sábado

O Estado de S. Paulo,

15 de março de 2014 | 18h47

Grupos de manifestantes católicos voltaram a se reunir diante da porta de entrada do Complexo Ohtake Cultural antes da segunda apresentação do musical Jesus Cristo Superstar na tarde deste sábado, 15. O movimento já diminuiu em relação a ontem: apenas 20 pessoas ligadas a entidades católicas manifestavam-se contra o tema do espetáculo.

Pacíficos, os manifestantes portavam as mesmas placas que se posicionam contra o retrato de um Jesus humanizado proposto na montagem de Jorge Takla. O dobro de pessoas compareceu ao local na sexta-feira, 14, data da estreia, após combinar um protesto pelas redes sociais. De acordo com o diretor, a venda de ingressos e o acesso do público não foram prejudicados.

Na manhã de ontem, o diretor afirmou ao Estado que a produção está preparada para reforçar a segurança e conter reações mais exaltadas de religiosos contrários à montagem de Jesus Cristo Superstar.

Veja fotos do protesto de ontem:

Mais conteúdo sobre:
Jesus Cristo Superstar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.