Jerry Lewis pede desculpas por insulto a homossexuais

Gafe foi cometida durante maratona beneficente que o comediante realiza há 42 anos

Efe,

05 de setembro de 2007 | 10h20

O lendário humorista americano Jerry Lewis pediu desculpas publicamente na terça-feira, 4, pelo insulto aos homossexuais que emitiu durante sua tradicional maratona beneficente na TV.  Veja o vídeo na CNN O cômico, de 81 anos, pediu desculpas pelas palavras que disse a um cinegrafista, sobre um imaginário parente. Na piada, ele usou um termo depreciativo para falar da homossexualidade. "Peço desculpas a qualquer um que tenha se sentido ofendido", disse o ator em comunicado. Ele tentou esclarecer que é uma pessoa "sem preconceitos". Mesmo assim aceitou a sua "responsabilidade" pelo que disse, já que "não há justificativas". O mesmo insulto, meses atrás, acabou custando o emprego ao ator de televisão Isaiah Washington. Ele utilizou a palavra de forma depreciativa ao se referir a um de seus companheiros da série de TV Grey's Anatomy, que é homossexual. A Liga Contra a Difamação de Gays e Lésbicas protestou nesta quarta contra a palavra usada por Lewis durante o programa "Teleton", de 18 horas. Como todos os anos, ele comandou a maratona em Las Vegas, na segunda-feira, para arrecadar fundos em favor dos afetados pela distrofia muscular. Como presidente da organização, Neil Giuliano, disse que o uso da palavra por Lewis foi "simplesmente inaceitável". O ator também pediu que a polêmica não desvie a atenção do público da finalidade de sua maratona beneficente. Ele arrecadou um novo recorde, com US$ 63,7 milhões, para uma causa que defende há 42 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Jerry LewisTelethonhomossexual

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.