Jejum de David Blaine custou US$ 102 mil à polícia

Até agora, o jejum de 44 dias dentro de uma caixa de vidro pendurada ao lado da Tower Bridge em Londres foi visto apenas como mais um feito do ilusionista David Blaine. Mas para a polícia londrina, a brincadeira representou algo bem menos interessante: uma conta de US$ 102 mil. O custo se refere ao policiamento especial dedicado ao mágico, que foi alvo de ovos, caixas de som em alto volume e teve que ficar olhando para sanduíches pendurados à altura da caixa onde estava enclausurado. Além disso, também há custos de limpeza do local. Metade da fatura vai correr por conta de redes de TV que transmitiram o espetáculo de Blaine. Entretanto, os US$ 102 mil não englobam o custo do policiamento reforçado ao lado da Tower Bridge quando Blaine deixou a caixa. Mais de 10 mil pessoas foram ver de perto o mágico faminto sair vivo de seu jejum. As informações são do Imdb.com.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.