Jean é o vencedor do Big Brother Brasil 5

Marcos D´Paula/AEJean comemora a vitóriaO favoritismo se confirmou e o professor, jornalista e escritor Jean venceu - com 55% dos mais de 32 milhões de votos - a quinta edição do Big Brother Brasil. Ele derrotou os últimos colegas de confinamento, a miss Grazielli, que ficou com 40% dos votos, e o comerciante Sammy, que teve apenas 5%. Jean ganhou R$ 1 milhão, Grazi, R$ 50 mil e Sammy, R$ 20 mil. Grazielli saiu com dois carros; Jean e Sammy, um cada.O volume de acessos congestionou o site do programa do ar, às 23h15. O programa registrou 57 pontos no Ibope, o equivalente ao recorde de audiência da final da primeira edição e um pouco maior do que a do último BBB, que teve 56 pontos.O capítulo final do BBB5 foi carregado de momentos sentimentalóides com uma edição perfeita, uma das marcas da produção brasileira - parceria entre a Globo e a holandesa Endemol, a dona do formato.O BBB5 é a prova de que a fórmula do confinamento vigiado ainda é uma das preferidas do público, que fica seduzido pelo "poder" de interferir nos rumos do que nada mais é que uma novela. Foi o Big Brother mais visto do mundo. Esta edição, dosou muito bem principais ingredientes da teledramaturgia: o núcleo de vilões - Rogério, Paulo André, Giulliano -, os mocinhos de alma pura - Jean, Pink e Grazi, principalmente -, e até mesmo um sapo que virou príncipe - Alan, que foi da turma do mal e se deixou transformar pelos olhos verdes da miss Paraná.O tempo todo, como numa novela, a Globo torceu pela turma do bem. E isso ficou mais claro na final de ontem. Vencedor de cinco paredões e campeão de popularidade, segundo o site do programa, Jean era o preferido, sem dúvida. O clipe com os melhores momentos do professor durante as 1900 horas na casa era de cortar o coração.Os dois grandes finalistas têm origem humilde, ela de Jacarezinho, no Paraná, e ele de Alagoinhas, na Bahia. Ela miss, loira, bonita; ele homossexual, professor e nordestino. Ambos, como sintetizou o apresentador Pedro Bial - com Marcelo D2 no palco, ele mesmo um perseguido -, venceram barreiras que se resumem em preconceito puro. Na sexta-feira, depois da novela América, os participantes se reunem novamente, para a tradicional lavagem de roupa suja.

Agencia Estado,

29 de março de 2005 | 23h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.