J.D. Salinger ressurge em documentário inédito

Os fãs de J.D. Salinger já têm o que fazer na noite da próxima quarta-feira: sintonizar o canal a cabo GNT, às 22h30, e assistir a um inédito documentário sobre o autor de O Apanhador no Campo de Centeio para a série Grandes Nomes. Dirigido por Sarah Aspirall e patrocinado pela BBC e a emissora a cabo Bravo, não é bem aquilo que a mística salingeriana merecia, mas oferece algumas imagens inéditas da Greta Garbo da literatura americana: estáticas (pegando sol numa praia qualquer da Nova Inglaterra e plantando verduras em sua horta, na década de 70) e em movimento (perambulando pelo centro de Cornish, minúscula cidade de New Hampshire, onde o escritor se refugiou para sempre no réveillon de 1953). As imagens em movimento são recentes e foram captadas por uma câmara indiscreta, pois só mesmo às escondidas é possível filmar ou fotografar Salinger. Contato verbal? Nem pensar. Epistolar? Perda de tempo.Aspirall fez o que pôde: passou a conversa em agentes, editores, amigos, parentes, vizinhos, comerciantes de Cornish etc, sem conseguir ultrapassar a mais sólida muralha de silêncio das letras americanas. Perdão, a segunda mais sólida muralha de silêncio. A primeira continua sendo Thomas Pynchon, o invisível autor de Gravity´s Rainbow e Vineland, de quem só se conhece um retrato, tirado em 1955, quando ele ainda servia na Marinha dos EUA. A saída foi alternar imagens da região onde Salinger se esconde e dos cantos nova-iorquinos em que Holden Caulfield batia perna, resmungava contra a babaquice e a hipocrisia dos adultos e abria o coração para sua irmã Phoebe, com depoimentos de fraternais companheiros de profissão, como Ved Mehta, Barry Brown e A. E. Hotchner, da ex-mulher Joyce Maynard, do general Alfred Sanelli (colega de Salinger no exército), do primo Jay Goldberg, das amigas de adolescência Frances Glassmoyer e Gloria Murray, e do colunista Ron Rosenbaum, um dos muitos jornalistas que nos últimos 40 anos tentaram, em vão, entrevistar o ermitão de Cornish.Leia maisO Apanhador no Campo de Centeio - Grandes Nomes, sobre J.D. Salinger. Quarta, às 21 horas. GNT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.