JAZZAo vivo, em Paris,uma voz perfeita para a bossa nova

STACEY KENT

O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2011 | 03h07

DREAMER IN CONCERT

EMI (selo Blue Note)

Preço médio: R$ 29

ÓTIMO

Em maio último, a cantora norte-americana Stacey Kent estava no La Cigale, em Paris, interpretando canções de Jobim (Corcovado, Águas de Março, Dreamer) e composições do marido saxofonista, Jim Tomlinson, O Comboio (cantada em português com letra de Antonio Ladeira). Breakfast on the Morning Tram e Postcard Lovers (ambas com letra do escritor Kazuo Ishiguro, autor de Vestígios do Dia, grande amigo do casal). O show rendeu a primeira gravação ao vivo da intérprete depois de oito álbuns de estúdio, recriando o estilo musical dos primeiros discos de bossa nova gravados por Astrud Gilberto e o saxofonista Stan Getz no começo dos anos 1960. Stacey é uma cantora com formação musical e repertório refinado. Surpreende que lembre de regravar Samba Saravah, composta por Pierre Barouh para um filme francês de Lelouch (Un Homme et Une Femme) realizado quando ela tinha apenas um ano de idade. Stacey, aliás, canta em francês, quase tão bem como Madeleine Peyroux, uma de suas afinidades eletivas ao lado de Blosson Dearie. A exemplo da última, concluiu que sua limitada extensão vocal combinava com a sutileza da bossa nova. Acertou. / ANTONIO GONÇALVES FILHO

OUÇA TAMBÉM

WAVE

Artista: Blosson Dearie. Álbum:

Blosson's Planet Gravadora: Daffodil

Preço: R$ 65 (importado, Cultura)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.