Jardim da USP recebe nova escultura

O museu a céu aberto da Cidade Universitária recebe a partir de hoje a escultura Lugar com Arco, da artista plástica Norma Grinberg. O tamanho - 9 metros de comprimento, 6,20m de altura e 2,16m de largura - e a cor, terra cigilata, destacam a frente dos jardins da Escola de Comunicações e Artes da USP e colocam luz no acervo externo, que inclui Amilcar de Castro, Emanuel Araújo, Bruno Giorgi, Tomie Ohtake, entre outros.Erguida em argamassa armada, com uma rede de ferro por dentro, a escultura foi idealizada em um ano, incluindo planejamento, busca por patrocínio e a construção, erguida no local pelo arquiteto Aldênio Barreto. "É emocionante ver a virtualidade passando para a realidade", afirma Norma, que acompanhou dia-a-dia os dois meses de obra. Elemento de uma exposição que realizou durante o seu mestrado, a escultura desenvolve a síntese do seu trabalho com os arcos. "Para mim, o arco é um elemento arquitetônico escultórico, usado desde a Mesopotâmia e mais tarde pelos gregos e etruscos". Mas a forma também discute o tempo, "o universo interior e o universo exterior", o alto e o baixo, o vazio e o cheio, o grande e o pequeno. "Todo arco pressupõe um ato de passagem, implica a idéia de uma moldura, pressupõe que existe o lado de dentro e o lado de fora. Dá uma idéia de intervalo, a necessidade da pausa", resume Norma. "É também um elemento simbólico. Que indica o caminho a seguir ou o espaço a ser vencido." A escultura foi aceita para integrar o acervo externo da USP por trazer uma reflexão sobre os 500 anos de Brasil, tema apresentado no doutorado de Norma na área de Poéticas Visuais, sob orientação do professor Evandro Carlos Jardim. O número preciso de obras que compõem o acervo externo só será conhecido a partir do dia 14, quando será fechado um levantamento, realizado a cada seis meses, junto aos 49 departamentos.Morando em São Paulo desde 1959, quando chegou da Bolívia, Norma divide-se entre a faculdade, onde já apresentou sua pós-graduação no Departamento de Artes Plásticas na ECA, e seu ateliê. Seus trabalhos já foram expostos no Museu Brasileiro da Escultura, na Museu de Arte de São Paulo, no Museu de Arte Contemporânea da USP, na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Mas está é a primeira vez que o trabalho de Norma é realizado para espaços públicos, sujeitos a interferências climáticas e até depredação. "Tive de colocar uma tinta especial, anti-pichação. Mas enquanto ao tempo, ela acredita que dará um charme especial à obra. Lugar com Arco - Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443. Cidade Universitária, São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.