Janet mostra o seio e as TVs pagam a conta

Vinte emissoras de TV que exibiram o show da cantora Janet Jackson durante o intervalo do Super Bowl - a grande final do campeonato de futebol americano - vão ter de pagar multa de US$ 27.500 cada. No show de fevereiro, a parte de cima da roupa de Janet foi rasgada pelo cantor Justin Timberlake, exibindo rapidamente seus seios, adornados com um piercing em forma de flor. O fato provocou o protesto de entidades familiares e defensoras da moral nos Estados Unidos. O show do intervalo do Super Bowl foi produzido por uma emissora afiliada da empresa Viacom, a MTV Music Television Networks. A Viacom pediu desculpas em público pelo incidente, e sugeriu a criação de um sistema que atrasasse a transmissão de eventos ao vivo como forma de prevenção de novos casos como o de Janet. Segundo o FCC, espécie de órgão de defesa de consumidores e cidadãos, foram recebidas mais de 500 mil mensagens de repúdio e críticas ao comportamento da cantora. Estranhamente, porém, o cantor Justin Timberlake foi poupado do episódio. E ganhou um Grammy uma semana depois do show.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.