Karen Matias/Divulgação
Karen Matias/Divulgação

Janeiro tem programação especial para tirar as crianças de casa

Mês sempre chega com diversas atrações para os pequenos, e para a família também, como a estreia da peça 'A Última Árvore', da Pia Fraus

Eliana Silva de Souza, Impresso

12 Janeiro 2017 | 20h38

Janeiro é sempre um período em que os pais procuram pela cidade alternativas para distrair a criançada, mas é claro que não vale qualquer coisa, tem que ser uma programação educativa e de qualidade. Nessa linha, São Paulo oferece ótimas opções. Tem de tudo, passeios, cinema, teatro, shows. Em matéria de teatro, está em cartaz o 2.º Festival de Férias do Teatro MorumbiShopping, que nesta edição traz a Cia Pia Fraus mostrando seu repertório e ainda um espetáculo novo.

A Última Árvore, que estreia domingo, 15, no Teatro MorumbiShopping (Av. Roque Petroni Junior, 1.089, tel. 5183-2800 - R$ 50), terá sessões, às 12h e às 15h, até dia 29 de janeiro.

Com cerca de 50 minutos de duração e dividida em duas partes, a peça tem um formato que é um desafio para a Pia Fraus, pois se trata de um espetáculo narrado, uma novidade para o grupo. “É nossa estreia nesse formato. Até agora, nosso teatro era da forma tradicional, com atores interpretando os textos ou não tinham texto algum, como é o caso de Bichos do Brasil, sem palavra alguma”, explica Beto Andreetta, diretor e ator da montagem.

E a ideia de fazer dessa forma surgiu de lembranças da infância de Beto. “Lembrei da época em que eu era criança, eu e meus irmãos, a gente ouvia as histórias na nossa vitrolinha, algo muito presente para mim”, conta. E, a partir dessa lembrança, veio a ideia de usar um narrador, que começa o espetáculo contando para a plateia como era a infância antigamente, a sua infância. “Eu quero contar para as crianças como ouvir historinhas foi importante para mim e também mostrar algumas brincadeiras dos tempos da minha infância.”

Na segunda parte, vem a história que justifica o nome da peça, A Última Árvore, com maior interatividade, pois joga para o público a questão da relação da cidade com a natureza. Será que uma cidade não pode ter uma relação mais harmônica com a natureza? é a questão levantada pelo espetáculo e pelo diretor. Na narrativa, um pássaro insere uma semente na terra e daí nasce uma árvore magnífica, que dá origem a uma linda floresta, com os índios adaptados, mas eis que surge o homem construindo sua moradia.

“O avanço dessa cidade é acompanhado pela destruição dessa floresta, sobrando só a árvore, mas a especulação imobiliária quer derrubá-la e as criança vão defendê-la e propor a construção de uma metrópole diferenciada”, conclui Beto Andreetta. E olha que o grupo ainda apresenta, dentro do mesmo Festival de Férias do Teatro, seus outros espetáculos: Gigantes de Ar, 3.ª, às 15h; Círculo das Baleias, 4.ª, às 15h; Filhotes da Amazônia, 5.ª, às 15h; O Vaqueiro e o Bicho Froxo, 6.ª, às 15h; e Bichos do Brasil, sábado, às 12h e às 15h.

Na parte de shows, uma das boas opções é levar a garotada ao Sesc Consolação (Rua Dr. Vila Nova, 245; tel. 3234-3000 - R$ 5/ R$ 17 - grátis crianças até 12 anos) para aproveitar a programação, que traz atrações musicais. Neste sábado, 14, às 11, tem o Fera Neném, um quarteto quase punk, que traz canções originais, com influências de reggae, disco, baião, pop, marchinhas de carnaval, além do rock’n’roll. Já o Balaio de 2 se apresenta às 12h, 13h e 14h30, com o show Palavras Trocadas.

Nos cinemas, a opção mais recente é a animação Moana – Um Mar de Aventuras, que conta a história da filha do chefe de uma tribo na Oceania. Ela é uma adolescente muito valente, que enfrenta os mares para desvendar o mistério de seus ancestrais.

Mas se a vontade for a de dar um passeio uma ótima opção é visitar o Aquário de São Paulo (Rua Huet Bacelar, 407, Ipiranga, 2273- 5500 - 9h/ 19h - R$ 90 - grátis até 3 anos). Lá a criançada, e não só os pequenos, confere como são os diferentes ecossistemas, como rio, mangue, costão rochoso e praia. Tem tubarão, vários tipos de cobras, como píton e jiboia, moreia, diversos peixes, pinguins, urso polar e muitos outros animas. O local conta com restaurante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.