Reprodução
Reprodução

James Gammon morre aos 70 anos

O ator norte-americano esteve em mais de 135 obras da televisão e do cinema

Associated Press e New York Times

18 de julho de 2010 | 03h55

O ator de televisão e teatro norte-americano James Gammon morreu na sexta-feira, 16, em Costa Mesa, Califórnia. Ele tinha 70 anos.

 

"Ele tinha câncer há dois anos e meio atrás", disse sua esposa Nancy, no sábado 17. "A doença voltou agressivamente há cerca de um mês e meio atrás em suas glândulas renais e fígado, e ele estava muito doente. Não houve tempo para fazer uma cirurgia ou quimioterapia. Ele decidiu que precisava ficar em casa."

 

Gammon começou sua carreira trabalhando no Canal 6 (então como WDBO) e atuando em um teatro local. Ele se mudou para a Califórnia e atuou em séries de TV e seu primeiro filme foi Cool Hand Luke, um clássico de 1967 com Paul Newman.

Gammon esteve em mais de 135 obras da televisão e do cinema, de The Wild Wild West e Gunsmoke a Grey's Anatomy and Monk.

 

Para a posteridade deixou as memoráveis performances em Urban Cowboy, Silverado, Major League e Cold Mountain. Ele representou o pai de Don Johnson em Nash Bridges.

 

"Ele tinha esta grande voz", disse o ator e amigo Tom Bower. "No palco, ele pôde fazer Rei Lear, mas no cinema, ele estava mais próximo de um cara do western."

Mais conteúdo sobre:
James Gammon

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.