Warner Bros/Reuters
Warner Bros/Reuters

James Dean sofreu abuso aos 11 anos, disse Liz Taylor em entrevista inédita

Revelação foi feita ao jornalista Kevin Sessums em entrevista de 1997, até agora inédita

Efe,

25 de março de 2011 | 18h58

O ator James Dean sofreu abusos quando tinha 11 anos, segundo revelou Elizabeth Taylor em declarações feitas há 14 anos, cujo conteúdo não havia sido revelado até agora por um pacto com seu entrevistador.

 

A revelação foi feita por Kevin Sessums no site The Daily Beast, no qual dá detalhes da entrevista que fez com a atriz em 1997 em sua residência de Bel Air (Los Angeles) para a revista Point of View.

 

"Eu amava Jimmy (James Dean). Vou te vou contar algo, mas é 'off the record' (declarações que não se podem ser publicadas nem atribuídas à pessoa que as faz) até depois da minha morte. Ok?", disse Liz, que morreu na quarta-feira, 23, aos 79 anos no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, vítima de uma insuficiência cardíaca.

 

"Quando Jimmy tinha 11 anos e a mãe dele morreu, ele começou a sofrer abusos por parte do pastor (de sua igreja). Acho que aquilo o perseguiu durante o resto de sua vida. Sei que foi assim, falamos muito sobre isso", explicou a atriz, que dividiu cenas com Dean em Assim Caminha a Humanidade (1956), de George Stevens.

 

"Durante o filme passávamos muitas noites conversando e essa foi uma das coisas que ele me confessou", relatou.

 

A atriz foi enterrada no mesmo cemitério onde está seu amigo Michael Jackson, o Forest Lawn-Glendale, em Los Angeles, onde a família realizou nesta quinta-feira um funeral íntimo.

 

Os familiares da atriz pediram que, em vez de enviar flores, quem quiser prestar homenagem à Liz faça doações à fundação contra a aids criada por ela em 1991.

Tudo o que sabemos sobre:
James DeanLiz Taylor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.