Divulgação
Divulgação

James Cameron apresenta 'Titanic' em 3D em Londres

Longa volta aos cinemas quinze anos depois do filme sobre o naufrágio mais famoso da história

Flavia Guerra , O Estado de S. Paulo

29 de março de 2012 | 10h04

Cem anos depois do mais famoso naufrágio da história, 15 anos depois do mais famoso, e rentável, filme sobre o naufrágio mais famoso da história. E a epopeia volta às telas. Agora em 3D. Titanic 3D estreia em abril, marcando o aniversário da partida do navio do porto de Southampton para NY em 12 de abril.

"A experiência 3D leva o Titanic a outro nível. Você realmente sente o perigo que eles corriam", disse James Cameron sobre seu mais novo projeto enquanto caminhava e conversava com a imprensa, pelo tapete vermelho, em direção ao Royal Albert Hall, em Londres, onde ocorreu na noite de terça-feira a première mundial do filme. O lançamento lotou o Royal Albert Hall, palco de concertos e óperas memoráveis.

 

"É especial estar aqui hoje, tanto tempo depois, e ainda assim sentir a emoção que o filme provoca. Fiquei aterrorizada de saber que minha performance no filme iria ser vista em 3D, mas admito que a gente sente como se a água quase espirrasse na gente", afirmou a atriz Kate Winslet, que, ao lado de Cameron e Billy Zane, estiveram na première.

 

Nestes 15 anos, uma geração cresceu sonhando com Leonardo Di Caprio, viu a revolução do 3D tomar conta do mercado mundial, detonada principalmente por Avatar, em 2010 (também, não por acaso, dirigido por Cameron) e hoje vê o 3D como "cinema de todo dia". "É incrível poder adicionar esta dimensão a Titanic, que não pude fazer nos dois anos que o filme levou para ser feito", declarou Cameron, que planeja lançar outros de seus filmes, incluindo Exterminador do Futuro, no mesmo formato.

 

 

Como é tradição em Londres, as premières internacionais são um programa à parte na cidade. Nem em Hollywood se veem pré-estreias que param literalmente o centro nervoso da cidade para ver as estrelas passarem no tapete vermelho. Mas Cameron, megalomaníaco que é, deixou desta vez a Trafalgar Square de lado e escolheu o monumental Albert Hall e seus oito mil lugares para içar as velas de seu novo projeto. "Aqui é o lugar perfeito. Estou feliz de poder reestrear aqui. Vai trazer sorte", aposta.

 

 

Já Winslet vê na reestreia de Titanic a volta de uma história que marcou sua vida. "Na verdade, passei o dia respondendo sobre como é voltar ao Titanic. Confesso que nunca me afastei dele, faz parte de mim. Graças a ele, pude fazer escolhas muito boas e criativas na minha carreira", dizia a atriz, sempre elegante, vestindo um vestido longo preto.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaTitanic 3DTitanic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.