Luiz Geraldo Ferrari Martins, o Luiz Gê, é arquiteto pela FAU-USP e leciona na Universidade Mackenzie. Foi um dos fundadores da Balão, publicação que circulou entre 1972 e 1975 e projetou um novo time de cartunistas. Também integrou o grupo da revista Circo. Além de HQs cultuadas, foi roteirista de cinema (Cidade Oculta, de Chico Botelho) e de TV (TV Colosso) e é autor da capa de Tubarões Voadores, de Arrigo Barnabé - dividiram apartamento nos anos 1970. Juntos, fizeram a ópera Enquanto Estiverem Acesos os Luminosos, em 2005. Seu último trabalho autoral foi Território de Bravos (1993). "Acho que é, sim, possível ganhar dinheiro com HQs hoje em dia. Claro, para isso precisa estar com vários álbuns nas livrarias ao mesmo tempo, mas dá para se profissionalizar. Quando começamos, nos anos 1970, não havia nada." / J.M.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.