Ivam Cabral

Sons para dias tristes, pelo dramaturgo dos Satyros

, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2010 | 00h00

1. OS SEUS BOTÕES ? Roberto Carlos. "Esta é uma canção que me lembra de chuva e me conecta à minha adolescência que foi vivida no interior do Paraná. A melodia é belíssima."

2. I"M GOING IN ? Lhasa de Sela. "É uma das últimas músicas da compositora e cantora Lhasa de Sela, feita pouco antes de ela falecer, de câncer, em janeiro deste ano. Fala de partida, esquecimento. É tão triste."

3. WICKED GAME ? Les Reines Prochaines. "Quando morei em Lisboa, no início dos anos 90, essa fez parte da trilha sonora das minhas saudades. Do lindo álbum Opfer Dieses Liedes."

4. DE PAPEL ? Vanessa Bumagny. "O violão de Zeca Baleiro e a interpretação da paulistana nessa faixa estão entre os sons mais sublimes da nova MPB."

5. FLOWERS IN DECEMBER ? Mazzy Star. "Hope Sandoval, cantora do Mazzy Star, foi a minha grande paixão nos anos 1990. A banda marcou a minha vida."

6. THERE IS A GHOST ? Marianne Faithfull. "Uma explosão de poesia, do disco Before Poison, que amo profundamente."

7. GOING TO A TOWN ? Rufus Wainwright. "Herdei a paixão pelo Rufus do meu amado Alberto Guzik. Do álbum Release the Stars, uma obra-prima."

8. TEARS IN HEAVEN ? Ruth Brown. "A versão dessa diva do R&B para a canção de Eric Clapton é comovente. Uma raridade que encontrei, nos anos 90, em uma coletânea de um selo alemão."

9. RAZONES ? Bebe. "Uma maravilha de canção do disco Pafuera Telarañas, dessa linda cantora espanhola.""

10. MELODIA SENTIMENTAL ? Zizi Possi. "Cresci ouvindo essa na voz de Bidu Sayão. Era a música do coreto da minha cidade e tocava sempre depois da missa das 7. A interpretação de Zizi Possi sempre me emociona."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.